Gustavo Gouveia solicita antecipação no pagamento das emendas para combater o novo coronavírus

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter

A fim de efetivar o combate à pandemia pelo novo coronavírus em Pernambuco, que se encontra em estado de calamidade pública, o deputado estadual Gustavo Gouveia protocolou uma indicação, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), solicitando antecipação dos repasses das emendas parlamentares que foram destinadas à área da saúde. Na indicação o parlamentar também requisitou que os valores das emendas impositivas não repassadas relativas ao ano de 2019 sejam pagas.

“Todos os parlamentares destinaram grande parte das emendas de sua autoria para programas relacionados à área da saúde, foram mais de R$ 60 milhões! Dessa forma poderemos auxiliar as unidades e profissionais que estão à frente no combate a Covid-19, com compras de equipamentos, principalmente máscaras e luvas”, ressalta o parlamentar, que destinou R$ 1.888.400,00, o total de suas emendas, para a área de saúde. 

Sabe-se que a Covid-19 está sendo devastadora, e que os profissionais da área da saúde estão trabalhando arduamente em hospitais para que as pessoas infectadas sejam curadas e se reestabeleçam o mais cedo possível. Por isso a grande necessidade do aporte emergencial de recursos orçamentários e financeiros no setor da saúde pública para suporte das ações de enfrentamento. 

“Precisamos antecipar o pagamento das emendas para o mais breve possível! Esses recursos serão fundamentais para garantir o funcionamento de hospitais, compra de insumos, entre outras ações urgentes para combatermos essa pandemia”, explica Gustavo Gouveia, que remanejou as emendas para medidas que contemplem à atenção básica, média e alta complexidade médica, em prevenção e reação ao novo coronavírus.

Além disso, uma grande parte dos recursos representados pelas emendas parlamentares, ainda não foram repassados aos seus beneficiários, sejam municípios, Santas Casas e entidades assistenciais e, principalmente, ao recente Fundo Estadual de Enfrentamento ao Coronavírus – FEEC, criado pelo Governo do Estado. Setores que estão sendo essenciais no enfrentamento à Covid-19, mas ainda estão sem acesso aos valores que foram destinados.

Veja também: